Um olhar sobre a Associação Empresarial de São Bento do Sul – ACISBS

Capa do livro "Um legado à posteridade"

Capa do livro “Um legado à posteridade”

Uma instituição é feita de pessoas. São elas que dedicam tempo, energia e conhecimento em prol de uma causa e fazem com que ela vá para a frente. No livro “Um legado à posteridade – A história dos 26 presidentes”, a Associação Empresarial de São Bento do Sul (ACISBS) destaca isso e faz uma homenagem aos 26 presidentes que transformaram o ideal de associativismo em prática para obter conquistas que se pudessem se traduzir em desenvolvimento para a cidade.

Ao contar a trajetória dos presidentes, o livro escrito pelos jornalistas Sandro Gomes e Fabiane Picusch Costa, com imagens do fotógrafo Márcio Neumann e filmagem de Marcelo Cavinatti,

faz um passeio por histórias de São Bento do Sul e de seus moradores. Longe de ser um relatório, o livro traz relatos gostosos de ler, que contam histórias de vida, de empreendedorismo, de sucessos e dores. Enfim, histórias que fazem parte do dia a dia de uma instituição e que muitas vezes são deixadas de lado.

Os 26 presidentes da Acisbs. Imagem retirada do livro "Um legado à posteridade"

Os 26 presidentes da Acisbs. Imagem retirada do livro “Um legado à posteridade”

Confira alguns trechos referentes ao primeiro presidente:

Gestão 1959 a 1962 – Octávio Maia – O começo de uma rica história

“(…) já na chegada à cidade de São Bento do Sul, conheceu Sybilla, a segunda filha de Antonio Kaesemodel, um dos empresários mais abastados e influentes de Santa Catarina nos idos dos anos 50, cujo nome batiza a principal avenida da cidade. (…) No dia 16 de junho de 1958, Emma e Antonio morreram no maior e mais trágico acidente aéreo da história do Paraná”. Emma era a esposa de Atonio Kaesemodel.

Nesse desastre morreram algumas das principais lideranças de Santa Catarina, pertencentes ao PSD, como o então governador, Jorge Lacerda; o ex-presidente e senador, Nereu Ramos, entre vários outros. Octávio Maia e dois cunhados também estavam na convenção, mas retornaram de carro a São Bento do Sul.

“(…) com o falecimento do sogro, à frente de empreendimentos herdados e do seu próprio negócio, Octávio Maia conquistou prestígio e influência, consagrando-se em líder empresarial e também atuando na política. Altruísta e carismático, aliado a seu espírito de liderança, em 1959, tornou o primeiro presidente da então Associação Comercial e Industrial de São Bento do Sul, a ACISBS, criada quase dois anos antes, em 9 de novembro de 1957. Possivelmente o título caberia a Antonio Kaesemodel, mas a vida preferiu outro começo para esta rica história, que se desenha há 60 anos.”

“(…) além de Octávio, outros 44 empresários, comerciantes e políticos assinaram a ata de fundação”(…)

“(…) fato marcante na biografia de Octávio foi a implantação e o início do desenvolvimento de instituições como o Sesi, Senai e Senac. Octávio trabalhou, na época, para a construção da estrada São Bento-Corupá. (…) Em conjunto com outros empresários, trabalhou ativamente para a vinda do Banco do Brasil para a cidade, instituição que até hoje fomenta o desenvolvimento da região. “

Comentários

Você também pode se interessar por: